Diretamente de um futuro não muito distante…

… um cara ocludos, cabeludo e não muito fácil de lidar pede licença pra entrar numa sala de aula universitária.

No lado oposto da sala se encontrava um menino atento e um tanto presunçoso, que vestia um suéter vermelho e óculos pretos. Gesticulava bastante e, sempre que possível, fazia alguma piada cretina, como mecanismo de defesa.

O cara de temperamento difícil, porém contido, perguntou:

– Professora, posso dar um recado pra aquele menino de vermelho do outro lado da sala?

– Claro, esteja a vontade.

Ao invés de pedir licença e sugerir que o jovem rapaz entusiasmado saísse da sala para que conversassem a sós, ele foi logo entrando e, sem cerimônia, socou com tudo o nariz do menino. E terminou dizendo:

– Isso é pra você aprender a não criar expectativas demais, seu ridículo.

Logo depois, o agressor disse:

– Obrigado, pode continuar sua aula.

Já não podíamos distinguir, no suéter, o que era o tecido e o que era o sangue.

_______________________________

Devaneios. Presente se confronta com o passado e o passado não consegue se defender.

Sobre Felippe Alves

Jornalista, 20 e poucos anos, amante assíduo da arte e da música. Dono do próprio blog. Sem sucesso pra trabalhar na área. Tenho células suicidas (elas não me suportam e colocam substitutas no lugar). Não sei o que é real ou o que é fantasioso. E definitivamente não sei lidar com MUITAS coisas.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Felippe Alves


Jornalista, 20 e poucos anos, amante assíduo da arte e da música. Dono do próprio blog. Sem sucesso pra trabalhar na área. Tenho células suicidas (elas não me suportam e colocam substitutas no lugar). Não sei o que é real ou o que é fantasioso. E definitivamente não sei lidar com MUITAS coisas.

What we´re gonna do right here is go back

março 2014
S T Q Q S S D
« fev   abr »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Latest Tweets

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

%d blogueiros gostam disto: