Amigos inseparáveis

Duas personalidades distintas tem, sim, 99% das chances de se tornarem “amigas de infância”. Digo isso por experiência alheia, de amigos. Acredite. O conceito que alguém tinha em relação a outra pessoa pode continuar o mesmo depois que a pessoa conhece a outra de fato. E essa é a graça do negócio.

A aceitação, por mais divergentes que sejam as opiniões, é certeira. É como um ímã. Se atraem por serem tão opostos. No começo, nada impede que um ache as atitudes do outro repugnantes, mas, curiosamente, isso não impede deles serem inseparáveis.

Que complicado é esse animal chamado “ser humano”, minha gente.

2brokegirls

Mais alguns dos meus devaneios noturnos e conversas intermináveis no chat do gmail. Relevem. Claro que Caroline e Max não inspiraram este post, mas a foto ilustra (e muito bem) o exemplo. Quem assiste “Two Broke Girls” vai entender.

Anúncios

Sobre Felippe Alves

Jornalista, 20 e poucos anos, amante assíduo da arte e da música. Dono do próprio blog. Sem sucesso pra trabalhar na área. Tenho células suicidas (elas não me suportam e colocam substitutas no lugar). Não sei o que é real ou o que é fantasioso. E definitivamente não sei lidar com MUITAS coisas.

2 Respostas para “Amigos inseparáveis

  1. “Pré conceito? Não, o conceito continua o mesmo, apenas hoje aprendi a conviver com ele” rs. Muitooooo boa a conclusão Sr. Alves, de onde tirou uma idéia tão brilhante se posso perguntar? ^^

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Felippe Alves


Jornalista, 20 e poucos anos, amante assíduo da arte e da música. Dono do próprio blog. Sem sucesso pra trabalhar na área. Tenho células suicidas (elas não me suportam e colocam substitutas no lugar). Não sei o que é real ou o que é fantasioso. E definitivamente não sei lidar com MUITAS coisas.

What we´re gonna do right here is go back

dezembro 2011
S T Q Q S S D
« nov   jan »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Latest Tweets

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

%d blogueiros gostam disto: