Céline Dion, The Power of Love: com ou sem edição?

PS.: Depois de um longo e bom tempo sem postar nada no meu filho, resolvi retomar o trabalho perdido.

2639518676_a67d4e5b42_b

Bem, todos sabem o quão poderosa é a voz da Dona Céline Dion, correto? Todos sabemos que por mais incrível que seja a voz de alguém, no DVD sempre tem uma leve edição. Coisa de gravadora, PODE REPARAR. Na maioria das vezes, a própria cantora gostaria de deixar o DVD cru, puro, editando apenas a qualidade da imagem. Pra que editar a voz sem necessidade?

Ok, algumas “cantoras” precisam mixar até a respiração para melhorar a voz.  Quando uma cantora é contratada por uma gravadora, ela tem duas opções:

1 – Pagar um bom técnico vocal para aprender a conciliar o canto com a respiração (E-S-S-E-N-C-I-A-L) ou;

2 – Contratar  excelentes engenheiros de som e produtores que não tenham medo do trabalho duro para mixar a linda voz da (cof cof) cantora, enquanto a mesma sua a bunda na academia pra se manter livre de estrias e estar sempre firme e goxxxtosa como uma raposa loura e felpuda onde o tempo só a valoriza.

Piadjenhas a parte, resolvi criar este post pra comparar o vídeo de THE POWER OF LOVE sem edição do show da Taking Chances Tour (turnê maravilhosa, por sinal) de München e o que entrou pro DVD oficial, o de Boston. Tudo bem que na edição a voz fica um pouco melhor, mas mesmo assim. Eu optaria pelo áudio mais cru, mais real. Enfim, comparem.

SEM EDIÇÃO

EDITADO PARA O DVD

O fato é que: com ou sem edição, Mrs Dion se garante. Taque a primeira pedra quem duvidar das habilidades desta mulher. Às vezes eu acho que ela não é humana.

céline dion taking chances

Bjs para quem não usa autotune ou mixa a respiração

Anúncios

Sobre Felippe Alves

Jornalista, 20 e poucos anos, amante assíduo da arte e da música. Dono do próprio blog. Sem sucesso pra trabalhar na área. Tenho células suicidas (elas não me suportam e colocam substitutas no lugar). Não sei o que é real ou o que é fantasioso. E definitivamente não sei lidar com MUITAS coisas.

4 Respostas para “Céline Dion, The Power of Love: com ou sem edição?

  1. Realmente, ela não precisa de autotune nem edição alguma! Também curti mais o aúdio sem edição.

  2. Este ser é inacreditável, entretanto a edição, na minha opinião, é um problema no caso dela, já que a voz crua é tão perfeita, mas tão perfeita que editar torna-a um insulto aos pobres mortais e acaba parecendo algo falso, montado…Mrs Dion não precisa disso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Felippe Alves


Jornalista, 20 e poucos anos, amante assíduo da arte e da música. Dono do próprio blog. Sem sucesso pra trabalhar na área. Tenho células suicidas (elas não me suportam e colocam substitutas no lugar). Não sei o que é real ou o que é fantasioso. E definitivamente não sei lidar com MUITAS coisas.

What we´re gonna do right here is go back

novembro 2011
S T Q Q S S D
« out   dez »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

Latest Tweets

Erro: Assegure-se de que a conta Twitter é pública.

%d blogueiros gostam disto: