O que nos torna icônicos, afinal?

Pessoas sempre querem ser notadas. Não importa por onde, elas querem que prestem atenção nelas. Pelos seus feitos geniais, pelas idéias mirabolantes e, acredite se quiser, pelas roupas. Lady Gaga que o diga (tum dum tum tss). A pergunta central é: o que nos torna icônicos, afinal? É importante sermos lembrados pelos nossos feitos e inteligência, com certeza. Não querendo bancar o fútil, mas a vestimenta também ajuda muito.

Uma roupa sempre marca a nossa personalidade. Tanto que às vezes, ela nos veste sozinha. Quando eu menos percebo, PLU: lá estou eu com um suéter azul marinho com listras azul-claro. Duvido que alguém não me conheça por esse suéter. Se tanto usar certas roupas, as pessoas facilmente nos associa a elas. E particularmente eu acho isso muito bacana. Uma imagem foi criada e pra ela se desfragmentar pode levar dias, meses, anos. Ou quem sabe uma eternidade.

Soutien cônico de Madonna criado por Jean Paul Gaultier

blondt32

Jaqueta vermelha do Michael Jackson no videoclipe de Thriller

Michael_Jackson-Thriller_(Special_Edition)-Trasera 

Beatles vestidos de Sgt Pepper’s

Boina do Brian Johnson do AC/DC

Sheldon de Big Bang Theory vestido de Flash


A roupa do Darth Vader de Star Wars

O penteado da Princesa Leia de Star Wars

leiahair0410_468x638

A “nudez” devido a roupa cor de pele de Marion Crane (Janet Leigh) ao ser assassinada brutalmente no chuveiro

 175086_201551486537196_100000470397227_772229_3999220_o

Pra concluir, agora eu posso falar com absoluta convicção (pleonasmo oe): com ou sem fama mundial, eu cheguei a conclusão de que meu suéter é icônico. A roupa não é tudo pra se tornar icônico, mas terá uma grande parcela de culpa na sua escalada a iconicidade.

Sobre Felippe Alves

Jornalista, 20 e poucos anos, amante assíduo da arte e da música. Dono do próprio blog. Sem sucesso pra trabalhar na área. Tenho células suicidas (elas não me suportam e colocam substitutas no lugar). Não sei o que é real ou o que é fantasioso. E definitivamente não sei lidar com MUITAS coisas.

4 Respostas para “O que nos torna icônicos, afinal?

  1. Raquel

    te conheço pelo seu suéter!adoroooooo!
    parabéns pelo texto Harry!isso aqui tá muito lindo.
    um beijo

  2. Adorei o post e concordo plenamente com o fato do look ajudar muito para ser notado e talvez tornar-se icônico, porém, mais que isso eu acho que são as atitudes, a personalidade e a forma de encarar as coisas com ousadia que tornam uma pessoa comum em alguém icônico!
    Independente de você gostar ou não de uma pessoa como essa, você sempre vai lembrar-se dela seja pelas suas roupas, atitudes e posturas. Pra mim, isso é ser icônico!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Felippe Alves


Jornalista, 20 e poucos anos, amante assíduo da arte e da música. Dono do próprio blog. Sem sucesso pra trabalhar na área. Tenho células suicidas (elas não me suportam e colocam substitutas no lugar). Não sei o que é real ou o que é fantasioso. E definitivamente não sei lidar com MUITAS coisas.

What we´re gonna do right here is go back

abril 2011
S T Q Q S S D
« mar   maio »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Latest Tweets

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

%d blogueiros gostam disto: