Inquisição involuntária

Antes de me mandarem pra fogueira, por favor me escutem. Desde o show do Paul, não tenho cabeça pra nada. Além do mais, continuo na busca por um emprego. Planos jogados pro alto graças a este belíssimo acontecimento. De uma coisa não posso reclamar: uma entrevista atrás da outra, o “quase” sempre presente, sabem?

Chego tão perto, faço grandes pontuações nos testes e etc, mas outro sempre vem e toma o meu lugar. Quando eu digo que a life sucks, ninguém acredita em mim. Das mil entrevistas, uma vai funcionar. Questão de tempo. Não entendam isso como reclamação. É SÓ frustrante. Frustrante saber que você tem potencial pra várias coisas, mas é sempre jogado pra escanteio.

Férias da faculdade e estou rumo ao quarto e último ano do curso. Preciso de idéias pro TCC, como lidar? Será que meus temas serão cortados pela faculdade? E se eu começar algo e ser castrado logo depois? Tanta coisa na cabeça – tanto na parte profissional como pessoal – será que eu vou concretizar tudo? O que me dizem? Que tema fazer?

Até agora, eu consegui sobreviver a tudo isso. E não vou mentir: continuo me importando de verdade com tudo que me impedia e AINDA me impede de continuar.

Anúncios

Sobre Felippe Alves

Jornalista, 20 e poucos anos, amante assíduo da arte e da música. Dono do próprio blog. Sem sucesso pra trabalhar na área. Tenho células suicidas (elas não me suportam e colocam substitutas no lugar). Não sei o que é real ou o que é fantasioso. E definitivamente não sei lidar com MUITAS coisas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Felippe Alves


Jornalista, 20 e poucos anos, amante assíduo da arte e da música. Dono do próprio blog. Sem sucesso pra trabalhar na área. Tenho células suicidas (elas não me suportam e colocam substitutas no lugar). Não sei o que é real ou o que é fantasioso. E definitivamente não sei lidar com MUITAS coisas.

What we´re gonna do right here is go back

dezembro 2010
S T Q Q S S D
« nov   jan »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Latest Tweets

Erro: Assegure-se de que a conta Twitter é pública.

%d blogueiros gostam disto: