And in the end: O show de despedida de Paul McCartney no Brasil

Qual ser humano ligaria para o tempo frio e a chuva numa noite de 22 de novembro? Todos. Mas insira duas palavras nesta oração: Paul McCartney. Opa, aí já mudou um pouco o ângulo, néam? Depois da fila quilométrica pra entrar no meio da pista, frio e chuva já não eram mais problemas. Enquanto a capa de chuva descartável de R$ 5 aquecia a todos, salgadinhos da Elma Chips de R$ 6 matavam a fome de todos. Escurecia. E, junto com a ausência momentânea de luz, vinha a expectativa de ver Sir Paul McCartney emergir do palco.

DSC00917

SHOW / PAUL McCARTNEY/ SAO PAULO

Depois de colagens de fotos do astro da noite no telão, as luzes se apagaram. E, do nada, Paul aparece em seu terno roxo abrindo o show com Magical Mystery Tour, ao invés de abrir com Venus and Mars/Rockshow. Surpresos? Efeitos de iluminação impecáveis, assim como projeções psicodélicas no telão e muitas lágrimas escorrendo. Jet, All My Loving e depois Letting Go, grande sucesso do álbum Venus and Mars.  Bem humorado, interagiu com a platéia falando frases em português como: "oi paulistas", "tudo bem" e até uma mistura de línguas: "tudo bem in the rain?". Também fazia onomatopéias para a platéia repetir e fazia dancinhas, assim como o baterista que fez passos de Vogue da Madonna  (strike the pose, dude!) durante a canção Dance Tonight, só tocada no banjo. Isso me lembrou do Lennon falando pro Ringo ao final da performance  live de Yesterday ainda nos anos 60: Thank you Ringo, that was wonderful.

DSC00964

Dono do seu palco e daquela noite, passou por canções dos Beatles como clássicos do Let It Be (I’ve Got a Feeling, Two of Us e, claro, a faixa-título), do Álbum Branco (Blackbird, Helter Skelter, Back in the USSR e a quase-nunca-cantada Ob-La-Di, Ob-La-Da), além de outros sucessos como Paperback Writer, Hey Jude (manjada, mas ainda assim chorante para os presentes), Day Tripper, Got to Get You Into My Life, Eleanor Rigby, Lady Madonna e, pasmem, I’m Looking Through You do Rubber Soul, de 1965: algo que eu jamais esperei ouvir ao vivo atualmente. Da fase Wings, cantou Band on the Run, Mrs Vandebilt e  My Love – música que ele fez para “minha gatinha Linda”, palavras em português ditas com emoção. Sing the Changes e Highway do projeto Fireman também marcaram presença.

DSC00952

Outro ponto alto da noite foi a fabulosa performance de A Day in The Life. E, subitamente, começa Give Peace a Chance, de Lennon. Aliás, ponto alto foi o que não faltou naquela noite: Live and Let Die utilizou-se da pirotecnia explícita para emocionar ainda mais os fãs. “Essa música eu fiz para meu amigo John”, disse Sir Macca antes de começar a cantar Here Today. George Harrison, assim como Lennon, foi homenageado com louvor pelo amigo quando o mesmo começou a cantar Something, do Abbey Road, de 1969. Com fotos dos dois no telão, a platéia cantou em coro. Yesterday foi mágico, assim como o início do show.

DSC00974 

paul-mccartneyjpg

Pra finalizar com maestria, teve um medley de Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band – we’d like to thank you once again too, Sir – e The End. Agora respondam: alguém aqui prestou atenção no frio e na chuva? Quem são frio e chuva na noite quando se tem Sir Macca? As segundas-feiras, geralmente temidas e odiadas por todos, correm o risco de serem canonizadas depois desse 22 de novembro.  And in the end, aquela noite não precisava de mais nada.Todos podiam deitar a cabeça no travesseiro e dizer: eu vi o Paul.

Crédito das Fotos (menos a segunda): Rafael Pompeu

Anúncios

Sobre Felippe Alves

Jornalista, 20 e poucos anos, amante assíduo da arte e da música. Dono do próprio blog. Sem sucesso pra trabalhar na área. Tenho células suicidas (elas não me suportam e colocam substitutas no lugar). Não sei o que é real ou o que é fantasioso. E definitivamente não sei lidar com MUITAS coisas.

Uma resposta para “And in the end: O show de despedida de Paul McCartney no Brasil

  1. pina

    eeeeeeuuuuuuuuuuu estava lá no show de Sir Paul em Porto Alegre, no etádio do Beira Rio!!! Foi a melhor COISA que podia nter me acontecido!!!!!!!!! Eu assisti , pulei, cantei e OUVI Paul , um ex Beatle ao vivo!!!! Foi o show da munha VIDA!!! Pasmem! E na área Vip! Querem mais? Beijos à todos que me proporcionsram isto!!! amo à todos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Felippe Alves


Jornalista, 20 e poucos anos, amante assíduo da arte e da música. Dono do próprio blog. Sem sucesso pra trabalhar na área. Tenho células suicidas (elas não me suportam e colocam substitutas no lugar). Não sei o que é real ou o que é fantasioso. E definitivamente não sei lidar com MUITAS coisas.

What we´re gonna do right here is go back

novembro 2010
S T Q Q S S D
« out   dez »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

Latest Tweets

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

%d blogueiros gostam disto: