Inocente ou culpado?

Já repararam que eu sou sempre o culpado de tudo? Inclusive de ter nascido. Só não me culparam da queda do muro de Berlim, porque eu nasci em 1990. Ou melhor… culparam.

image

– Você é o culpado.

– Hein?

– Você é o culpado pela queda do muro de Berlim.

– Deve ter havido um engano. O muro foi derrubado em 1989, eu sou de 1990.

– Nós fizemos uma pesquisa e descobrimos que você se comunicou telepaticamente com uma das pessoas lá presentes.

– Que pessoa?

– Um homem.

– Que homem?

– Isso não vem ao caso. O que importa é que você derrubou e ponto final.

– Impossível. Em 1989 eu não era nem um feto. Eu fui "concebido" em janeiro de 1990, o que indica que eu seja de setembro. Concorda? Muitos meses depois da Guerra Fria.

– Sua explicação me soa até convincente. Mas eu quero te prender mesmo assim.

– E quem disse que eu sou inocente?

– Oi?

– Argh! Já chega de tanta inocência enrustida. Quem desconfiaria de um menino de quase 20 anos ter feito parte de momentos históricos? Ok, eu admito: eu tenho o poder de me comunicar com personagens históricos e influenciar a história de inúmeras maneiras. Detalhe: sem ter nascido ainda. O nascimento foi só uma consequência. Uma hora ou outra, eu ia acabar nascendo. Mas até lá, muahhhhh.

– Aham Felippe, senta lá.

– Se não acredita, não me importo nem um pouco. O fato é que eu fui responsável pela queda do muro de Berlim, pelas duas Guerras Mundiais e pelo Holocausto. Quem você acha que manipulava Hitler? Ele era tão frouxo que não conseguia fazer mal a uma mosca. E tudo isso foi feito por quem? Uma pobre criança indefesa. Está bom ou quer mais?

– Não, é o bastante. Por favor, venham aqui. Prendam este insano na camisa de força. Ele não está bem, está delirando.

Felippe pensando: Inocente, eu? Até parece

*olhar malévolo*

Anúncios

Sobre Felippe Alves

Jornalista, 20 e poucos anos, amante assíduo da arte e da música. Dono do próprio blog. Sem sucesso pra trabalhar na área. Tenho células suicidas (elas não me suportam e colocam substitutas no lugar). Não sei o que é real ou o que é fantasioso. E definitivamente não sei lidar com MUITAS coisas.

2 Respostas para “Inocente ou culpado?

  1. Aham, senta lá Claudia.

    hahahahahaha….

  2. não vai mais atualizar este espaço?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Felippe Alves


Jornalista, 20 e poucos anos, amante assíduo da arte e da música. Dono do próprio blog. Sem sucesso pra trabalhar na área. Tenho células suicidas (elas não me suportam e colocam substitutas no lugar). Não sei o que é real ou o que é fantasioso. E definitivamente não sei lidar com MUITAS coisas.

What we´re gonna do right here is go back

setembro 2010
S T Q Q S S D
« ago   out »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

Latest Tweets

Erro: Assegure-se de que a conta Twitter é pública.

%d blogueiros gostam disto: