Reconciliação?

Há alguns anos, Carlos caiu de amores por Dora. A intenção era que nem a morte os separasse. Alguns desentendimentos (e vasos voadores) depois, o amor acabou. Meses depois, Dora arrumou outro namorado com a intenção de provocar ciúmes em Carlos. O que foi em vão, se querem saber. Ou não. Carlos, no fundo, se remoía de raiva, mas não dava o braço a torcer: pra ele tudo estava sempre bem, pronto pra outra. Há uma semana, ele descobriu uma coisa: o namorado de Dora a chutou, dizendo que não tinham nada a ver e pra seguirem suas vidas tranquilamente, o que indica…

Retomando, Dora e sua mãe fazem aniversário exatamente no mesmo dia. Carlos, como mantém uma amizade forte com a mãe da ex, sempre visita a casa para conversarem. Pode parecer bizarro para muitas pessoas, mas a amizade com a mãe da ex não tem nada demais… O que significa…

Carlos, por consequência da data, vai até a casa da ex-namorada para desejar um feliz aniversário às duas. Ding dong. Dora abre a porta e se depara com um cara com o rosto coberto com um buquê de rosas vermelhas e brancas. O homem revela sua face com um sorriso instigante, dizendo: “Felicidades”. Dora se assusta, mas logo retribui o sorriso com alegria no olhar. Ela levantou as mãos em direção ao buquê, agradecendo. Carlos puxa o buquê e diz:

– Não é pra você. É pra sua mãe. Ela está?
– Sim – disse Dora, com frustração e dúvida no olhar – pode entrar.

O rapaz entra na casa e cumprimenta a senhora (bem conservada). Dora se junta a eles dois. Alguns segundos de boa educação depois, Carlos se ajoelha diante a jovem senhora e diz:

Aceita se casar comigo?

Os olhos de Dora se arregalaram como dois pratos de sopa fria. A expressão de sua face é tão forte que conseguiu finalizar esse post.

Anúncios

Sobre Felippe Alves

Jornalista, 20 e poucos anos, amante assíduo da arte e da música. Dono do próprio blog. Sem sucesso pra trabalhar na área. Tenho células suicidas (elas não me suportam e colocam substitutas no lugar). Não sei o que é real ou o que é fantasioso. E definitivamente não sei lidar com MUITAS coisas.

4 Respostas para “Reconciliação?

  1. Faby

    Amei a parte “os olhos de Dora se arregalaram como dois pratos de sopa fria.” ou se entende muito, ou não se entende nada… vc entende muito 😉 Parabéns!! Bjxxx

  2. Laís

    Espero que daqui a dois anos, não apareça um doido com flores aqui na minha porta também. A sorte é que minha mãe não iria aceitar de qualquer jeito. HAHAHAHAHAHA

    Sua imaginação é estupenda.
    Agora me diga, de onde tirou inspiração para tal?

  3. Obrigado pelo comentário. A inspiração veio de uma história que aconteceu com um amigo meu que estudou comigo. Ele amava muito uma menina, ela não deu valor a ele, eles se separaram. O fato é que esse meu amigo ainda é amigo da mãe da ex, eles criaram um elo forte, sabe? O pedido de casamento no final foi inventado, claro. Não aconteceu de verdade. É que é do meu feitio dar finais inusitados aos personagens. Por favor, não repare. Ou melhor, repare. Principalmente quando for escrever uma biografia sobre a minha vida e o meu estilo literário. Continue lendo essas e outras histórias aqui no Blog do Alves. E mais uma vez, obrigado pela preferência. Servimos bem para servir sempre.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Felippe Alves


Jornalista, 20 e poucos anos, amante assíduo da arte e da música. Dono do próprio blog. Sem sucesso pra trabalhar na área. Tenho células suicidas (elas não me suportam e colocam substitutas no lugar). Não sei o que é real ou o que é fantasioso. E definitivamente não sei lidar com MUITAS coisas.

What we´re gonna do right here is go back

junho 2010
S T Q Q S S D
« maio   jul »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

Latest Tweets

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

%d blogueiros gostam disto: