Tudo flui…

dr-jekyll-and-mr-hyde

Exatamente como Heráclito já disse (inconscientemente, referindo-se aos seres humanos): “Tudo flui, nada persiste, nem permanece o mesmo”. É a definição exata das pessoas. As pessoas fluem, elas nunca permanecem com a mesma personalidade. Isso é muito ambíguo visto que pode trazer conseqüências tanto boas como ruins. Na maioria das vezes, somos tão ingênuos a ponto de pensar que aquelas pessoas que cresceram com a gente (sejam da família ou não) nunca mudariam. Mera utopia. Um exemplo: quando a adolescência sobe à cabeça, a roupa e o estilo do cabelo mudam. Mas isso ainda não é o defeito central (bem, er… em alguns casos). Faz parte da vida. Todos mudam, mas antes fosse só isso. O principal muda: o modo de agir. O fato aqui é ignorar a existência daquela pessoa que ‘sempre esteve ali’ de diferentes maneiras. Pra provarmos que somos tão superiores, o jeito é ignorar essas pessoas também. A técnica, por sinal, sempre funciona: ignore-as do mesmo jeito que as mesmas ignoraram você. Até que um dia essa pessoa voltará rastejando: seja pra pedir um favor ou pra algo que a beneficie muito. Muito oportuno pra ela voltar. E são nas respostas (e principalmente no tom que ela as proferem, dica) que as pessoas deixam escapar sua veracidade. Peixe morre sempre pela boca. E às vezes, por outros lugares também.

E aqui deixo registrado meu sincero agradecimento a essas pessoas que mudaram pra pior ou nem pra tão pior assim, que seja. Porque elas me fizeram perceber que nem tudo é pra sempre e que a decepção nos torna mais sábios e conscientes para que possamos identificar tipos assim de longe.

Sobre Felippe Alves

Jornalista, 20 e poucos anos, amante assíduo da arte e da música. Dono do próprio blog. Sem sucesso pra trabalhar na área. Tenho células suicidas (elas não me suportam e colocam substitutas no lugar). Não sei o que é real ou o que é fantasioso. E definitivamente não sei lidar com MUITAS coisas.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Felippe Alves


Jornalista, 20 e poucos anos, amante assíduo da arte e da música. Dono do próprio blog. Sem sucesso pra trabalhar na área. Tenho células suicidas (elas não me suportam e colocam substitutas no lugar). Não sei o que é real ou o que é fantasioso. E definitivamente não sei lidar com MUITAS coisas.

What we´re gonna do right here is go back

agosto 2009
S T Q Q S S D
« jul   set »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Latest Tweets

Erro: Assegure-se de que a conta Twitter é pública.

%d blogueiros gostam disto: