Sonho estranho

 
 
 
Há muitas noites atrás, tive um sonho estranho. Até anotei enquanto permaneceu fresco na memória pra tentar analisar futuramente. Sonhei que levantei da cama pra ir ao banheiro pois meu rádio me despertou e então fui desligá-lo. Quando fui abrir a porta do quarto, não consegui. Percebi que o móvel com som e TV tinha mudado de lugar, como se a porta também tivesse mudado de posição. Dei uma olhada na minha cama e vi que estava dormindo. A cabeça tava girando mais que a roda gigante do parque de diversões. Mas o ‘eu’ em pé não estava com os sentidos reativos. Fiz um teste: pulei fortemente próximo a porta do quarto e não sentia o meu peso contra o chão, muito menos meus pés. Quando fui acender a luz pra ver tudo sob outro ângulo, eu acordo assustado.

PS.: No meio do sonho, inconscientemente chamei pelo meu pai (não sei porquê, o sonho em si não tinha nenhum elo com ele), mas minha voz não saía. Isso toda vez que eu tentava falar. Estranho ter a sensação de estar preso à cama.

Como explicar esse sonho?

Bem, não custa tentar: tudo estava girando e por não conseguir distinguir nada de nada, o fato central era que tinha algo importante a ser visto, mas algo bloqueava. Algo me impedia de ver o que estava acontecendo. Teria isso, inconscientemente, uma relação com a vida real? O que de tão importante eu teria que perceber? Um dia eu descubro a fundo o que possa ser isso.

Também existem sonhos indecifráveis.
Essa semana mesmo eu tive um. Algo inquietante, desagradável… mas não sabia ao certo o que era. Não era assalto, morte ou coisa do gênero. O nome já diz: indecifrável. A única coisa que posso dizer é que foi bastante incômodo.
 
Sonhos bons?
Raros. Sem mais.
 
Anúncios

Sobre Felippe Alves

Jornalista, 20 e poucos anos, amante assíduo da arte e da música. Dono do próprio blog. Sem sucesso pra trabalhar na área. Tenho células suicidas (elas não me suportam e colocam substitutas no lugar). Não sei o que é real ou o que é fantasioso. E definitivamente não sei lidar com MUITAS coisas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Felippe Alves


Jornalista, 20 e poucos anos, amante assíduo da arte e da música. Dono do próprio blog. Sem sucesso pra trabalhar na área. Tenho células suicidas (elas não me suportam e colocam substitutas no lugar). Não sei o que é real ou o que é fantasioso. E definitivamente não sei lidar com MUITAS coisas.

What we´re gonna do right here is go back

julho 2009
S T Q Q S S D
« jun   ago »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Latest Tweets

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

%d blogueiros gostam disto: