Vem cá, te conheço?

 

Um script do antigo quadro do Zorra Total com a incrível Maria Clara Gueiros, com seu personagem Laura, com o famoso bordão: “Vem cá, te conheço?” Achei no meio das minhas tralhas ao arrumar os armários.

 

Laura: Ai, nossa! Quero água, muita água! Tô péssima! Está nascendo umas espinhas gigantescas bem no meio da minha testa.

Clara: Ah, eu também odeio quando isso acontece!

Laura: Não, essa espinha tá parecendo um ET, olha isso!

Clara: Passa pasta de dente. Menina, a espinha queima…

Laura: … e arde… Tô fora! E tudo por causa daquelas barras de chocolate que eu devorei ontem à noite. Amo chocolate, só que o chocolate não me ama, acaba comigo.

Sofia: Acaba mesmo, acaba mesmo…

Laura: Oi?

Sofia: Não, nada.

Laura: Menina, isso aqui tá um furúnculo, não tá?

Sofia: É verdade, é verdade. Sua pele tá bem oleosa, hein?

Laura: Tá oleosa mesmo?

Sofia: Tá, Minha Nossa Senhora!

Laura: É “mermo”?

Sofia: É a alimentação, né menina? Não comeu chocolate? Eu não como chocolate. Só como comida natural e olha minha pele: lisinha, praticamente um mármore. Essa espinha ta bem grande mesmo, né?

Laura: Bem grandinha mesmo… Tá grandinha mesmo?

Sofia: Tá enorme! Olhando daqui, até parece o Pão de Açúcar. Uma erisipela.

Laura: Tá parecendo erisipela, né?! Vem cá, eu te conheço? Não né? Então faz o seguinte, meu amor: passa um “blushezinho” nessa tua cara de mármore aí, porque essa alimentação natural tá te deixando muito pálida. E esse cabelo preto assim “asa de graúna” não te favorece. Tá parecendo um urubu anêmico! Haha, eu falo “mermo”.

Sofia: Ah, o que é isso? Mulher grossa, tava querendo ajudar!

Laura: Ah, vem cá te conheço? Rapa fora maluca! Que que é isso? Dizendo que minha pele ta oleosa, parecendo uma erisipela. Eu, hein?

Clara: Mas a tua pele tá meio oleosa sim. A tua cara tá brilhando.

Laura: Tá brilh… Vem cá, te conheço? Eu hein! Que palhaçada! Neguinho fica se metendo na minha vida dizendo que minha pele tá oleosa. Não perguntei nada. Tá oleosa minha pele? VEM CÁ, EU TE CONHEÇO?

Anúncios

Sobre Felippe Alves

Jornalista, 20 e poucos anos, amante assíduo da arte e da música. Dono do próprio blog. Sem sucesso pra trabalhar na área. Tenho células suicidas (elas não me suportam e colocam substitutas no lugar). Não sei o que é real ou o que é fantasioso. E definitivamente não sei lidar com MUITAS coisas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Felippe Alves


Jornalista, 20 e poucos anos, amante assíduo da arte e da música. Dono do próprio blog. Sem sucesso pra trabalhar na área. Tenho células suicidas (elas não me suportam e colocam substitutas no lugar). Não sei o que é real ou o que é fantasioso. E definitivamente não sei lidar com MUITAS coisas.

What we´re gonna do right here is go back

julho 2009
S T Q Q S S D
« jun   ago »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Latest Tweets

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

%d blogueiros gostam disto: