Sargento Pimenta completa 42 anos

 

Lview5

Em 1967 foi lançado o compacto com as canções Strawberry Fields Forever e Penny Lane. O lançamento do compacto só foi o aperitivo para o que estava por vir. Psicodélico e muito além de sua época, Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band foi altamente elogiado pela crítica. O lançamento foi um tapa na cara de jornalistas que riam deles dizendo que eles estavam curando a bebedeira. O trabalho recebeu elogios torrenciais da crítica, choveram cartas e telefonemas. A idéia para o álbum Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band veio do Paul que, já trabalhando na primeira canção, teve o rumo certeiro a seguir. O processo de gravação do álbum levou aproximadamente 5 meses. Pepper foi e é considerado o disco mais influente da história da música. Originalmente a idéia era conceber um álbum conceitual, ou seja, com início, meio e fim, contando uma história. George Martin e Lennon já disseram que não é conceitual mas não deixa de ser interpretado como se fosse por alguns fãs. Muitos lamentam o fato de Martin não ter inserido Strawberry Fields Forever e Penny Lane no Sgt. Pepper’s. As canções têm tudo a ver com a temática do álbum, focam a infância da banda em Liverpool. Strawberry Fields é o nome do exército de Salvação pra Garotos que era do lado da casa de John, onde ele brincava quando criança e Penny Lane foi o bairro onde John morou (vale lembrar que a canção foi composta por McCartney). A capa feita pelo artista plástico Peter Blake mostra grandes personalidades como Marilyn Monroe, Shirley Temple, Bob Dylan e Mahatma Gandhi em volta de um túmulo, que marcaria o fim de uma era e o início de uma nova. Jesus Cristo entraria na capa do álbum, só não entrou pela declaração que Lennon fez em 1966 (sobre os Beatles serem mais populares). 

Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band

Foi o primeiro álbum da banda (e da história da música pop) a vir com as letras das músicas impressas no encarte. Lucy in the Sky With Diamonds (LSD) foi banida da BBC por fazer alusão ao LSD. Lennon se justificou dizendo que a idéia pra música veio de um desenho que o filho (Julian) fez. Mas um tempo depois, McCartney afirmou numa entrevista que eles estavam mesmo se referindo ao ácido lisérgico. Being for The Benefit of Mr. Kite, a sétima faixa do álbum, nasceu de um quadro do século XIX comprado em um antiquário retomando o ar circense com platéia e o burburinho da faixa-título. Good Morning, Good Morning foi inspirada num comercial de cereais que Lennon assistiu quando menino que conta de uma maneira irônica a felicidade que o músico sentia em começar um novo dia. A Day in the Life foi encerramento do disco com maestria. Aos exatos 1:44 minutos da música, a orquestra começa a tomar forma, vai aumentando, aumentando de uma maneira cósmica. Até que, quando parece que o mundo vai acabar, o inesperado acontece: subitamente a orquestra se finda numa caída brusca em um solinho de piano, partindo daí para a segunda e intrigante parte da música. O disco se resume em 40 minutos de puro êxtase e psicodelia explícita. 42 anos de idade e continua atual e altamente inspirador.

(Adaptado da matéria Você Quer Saber Um Segredo? – A influência dos Beatles na Música, de Felippe Alves, 26 de Maio de 2009).

Anúncios

Sobre Felippe Alves

Jornalista, 20 e poucos anos, amante assíduo da arte e da música. Dono do próprio blog. Sem sucesso pra trabalhar na área. Tenho células suicidas (elas não me suportam e colocam substitutas no lugar). Não sei o que é real ou o que é fantasioso. E definitivamente não sei lidar com MUITAS coisas.

Uma resposta para “Sargento Pimenta completa 42 anos

  1. Pingback: It was 43 years ago today: aniversário do Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band « O Blog do Alves

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Felippe Alves


Jornalista, 20 e poucos anos, amante assíduo da arte e da música. Dono do próprio blog. Sem sucesso pra trabalhar na área. Tenho células suicidas (elas não me suportam e colocam substitutas no lugar). Não sei o que é real ou o que é fantasioso. E definitivamente não sei lidar com MUITAS coisas.

What we´re gonna do right here is go back

junho 2009
S T Q Q S S D
« maio   jul »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

Latest Tweets

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

%d blogueiros gostam disto: