Cachorros abandonados



Este é um assunto de arrebentar com a gente. Em qualquer rua, esquina ou até mesmo ponto de ônibus (no meu caso, eu encontrei) você vai encontrar um cachorro abatido, largado nesse inverno recém acabado porém com sequelas ainda. Num ponto de ônibus, encontrei um cachorro com o focinho rosa (pra quem não sabe, tem que estar preto e úmido pra ele estar saudável e bem), além de escoriações nas patas e na coluna. No portão da faculdade, minha amiga e eu encontramos um cachorro bem velhinho com o dente pendurado na boca e ele tentando tirar com a pata. O mínimo que pudemos fazer no momento foi pegar uma caixa de papelão e comprar uma esfiha de carne e um copo d’água pra ele. Realmente é uma situação bem triste. O máximo que podemos fazer é mandá-los para um abrigo de cães de rua pra serem bem tratados, e os que estiverem velhinhos pelo menos para que morram com dignidade. Aqui está o site de um abrigo de cães de rua. Quem encontrar um na rua, divulgue na mesma hora. Aqui tem 2 endereços de abrigo que você pode recorrer:

Aprocan Instalações: http://br.geocities.com/aprocan2008/aprocan_instalacoes.htm

Abrigo da Dora: http://www.abrigodadora.com.br/quem.html

Sua ajuda é imprescindível. Pense no seu animal de estimação ao ajudar.

Sobre Felippe Alves

Jornalista, 20 e poucos anos, amante assíduo da arte e da música. Dono do próprio blog. Sem sucesso pra trabalhar na área. Tenho células suicidas (elas não me suportam e colocam substitutas no lugar). Não sei o que é real ou o que é fantasioso. E definitivamente não sei lidar com MUITAS coisas.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Felippe Alves


Jornalista, 20 e poucos anos, amante assíduo da arte e da música. Dono do próprio blog. Sem sucesso pra trabalhar na área. Tenho células suicidas (elas não me suportam e colocam substitutas no lugar). Não sei o que é real ou o que é fantasioso. E definitivamente não sei lidar com MUITAS coisas.

What we´re gonna do right here is go back

setembro 2008
S T Q Q S S D
« ago   out »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

Latest Tweets

Erro: Assegure-se de que a conta Twitter é pública.

%d blogueiros gostam disto: