O sonho acabou…

Aqui quem posta no momento é um fã indignado pelo péssimo serviço da Time 4 Fun, empresa responsável por shows internacionais aqui no Brasil. A mesma que trouxe U2, Cirque Du Soleil, Rolling Stones, entre outros, trará Madonna pra São Paulo e pro Rio de Janeiro em dezembro e o início das compras nos dois estados foi nada mais nada menos do que um caos. Sistema lento que tentaram melhorar com mais servidores, mas não serviu de nada. Puro marketing. Pura fachada. A Time 4 Fun acabou com um sonho de anos. A última vinda dela foi em 93 com a Girlie Show e de acordo com depoimentos de fãs mais antigos, foi muito mais fácil comprar. Hoje… Prefiro não comentar! Ficar da meia noite até 06h30 da manhã, com o VIP praticamente no carrinho e o botão de concluir sem funcionar? Não preciso contar o fim da história. Sem falar no risco de ser hackeado. A sorte? Não ter confirmado no final.

Eu amo Madonna, mas também me amo. Não fico num sol quente pra comprar ingresso (a não ser que alguém me acompanhe e fique dando risadas e etc., com boa companhia o tempo voa) e também já desencanei. Nem vontade de ir mais eu tenho (orgulhoso, principalmente mentiroso), me desanimei. Isso porque eu até mandei currículo pra trabalhar na empresa. Ilusão? Sim. Vamos olhar pra frente e seguir pelos próprios méritos. 

Veredicto: Shows internacionais, pra mim, só fora do Brasil, salvo na condição de ganhar o ingresso sem pegar filas e etc. Minha vontade: fazer um pacotão e ir pra Buenos Aires assistir lá. O lado ruim: Time 4 Fun também é responsável pelo show lá: fato! Pode ser que esteja sendo “rude” demais com a Time 4 Fun, mas o que ela fez desde o início, não tem desculpa: NÃO PODER PARCELAR O INGRESSO: precisou o Procon cair em cima pra poder parcelar no mínimo em 2 X sem juros? USAR SÓ DOIS TIPOS DE CARTÃO: e quem não tinha? A burocracia pra fazer um não conta? Quanto aos… aos… (nada pessoal), mas onde fica o bom senso na história toda? Acabam com os VIPs pra revender por R$ 1.500,00? Quer a alma também, meu amigo? Um país não ter um sistema virtual decente é o cúmulo. Onde está o gabarito da empresa? Como diria o saudoso Raul Seixas em “Eu também vou reclamar”: E fim de papo.

Anúncios

Sobre Felippe Alves

Jornalista, 20 e poucos anos, amante assíduo da arte e da música. Dono do próprio blog. Sem sucesso pra trabalhar na área. Tenho células suicidas (elas não me suportam e colocam substitutas no lugar). Não sei o que é real ou o que é fantasioso. E definitivamente não sei lidar com MUITAS coisas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Felippe Alves


Jornalista, 20 e poucos anos, amante assíduo da arte e da música. Dono do próprio blog. Sem sucesso pra trabalhar na área. Tenho células suicidas (elas não me suportam e colocam substitutas no lugar). Não sei o que é real ou o que é fantasioso. E definitivamente não sei lidar com MUITAS coisas.

What we´re gonna do right here is go back

setembro 2008
S T Q Q S S D
« ago   out »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

Latest Tweets

Erro: Assegure-se de que a conta Twitter é pública.

%d blogueiros gostam disto: